27.04.2017
Governador de SE desmente boatos sobre a saúde dele em rede social

Governador de SE desmente boatos sobre a saúde dele em rede social

Sobre estar em coma induzido, Déda disse se recuperar de quimioterapia. Ele também comemorou a descoberta de grande reserva de petróleo.

O governador licenciado de Sergipe, Marcelo Déda, utilizou uma rede social para desmentir boatos de que estaria em coma induzido no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde há alguns meses realiza tratamento de quimioterapia em razão de um câncer gastrointestinal.

Através do microblog, o governador disse que a informação não é verdadeira. “Aos caros amigos que me seguem: não é verdade que eu esteja em coma induzido. Recupero-me da quimio que fiz quarta- feira. Obrigado pelo apoio”, afirmou.

Ele também aproveitou para comemorar as boas notícias que Sergipe recebeu nos últimos dias: a descoberta de uma área no estado que possivelmente possui mais de um bilhão de barris de petróleo e o anúncio de que a Vale irá agilizar o Projeto Carnalita.

“Muito feliz com as notícias da Vale (garantindo o projeto Carnalita) e das descobertas de poços gigantes de petróleo em Sergipe”, escreveu.

A conquista do Projeto Carnalita teve a participação ativa do governador, que buscou um acordo com a Vale e a Petrobras. A presidente Dilma Rousseff também contribuiu de forma fundamental para o acordo e esteve em Sergipe para selar a negociação.

Marcelo Déda utilizou rede social para comemorar conquistas e desmentir boatos (Foto: Reprodução/Twitter)
Marcelo Déda utilizou rede social para comemorar conquistas e desmentir boatos (Foto: Reprodução/Twitter)

Tratamento
Marcelo Déda está licenciado do governo desde o dia 27 de maio, quando iniciou o tratamento de saúde em São Paulo. No fim de julho, ele fez uma cirurgia para remoção de um tumor gastrointestinal.

O governador esteve em Sergipe no início do mês de setembro, durante a Semana da Pátria, para visitar os filhos e retornou a São Paulo para dar continuidade ao tratamento.

Por G1/SE

Sobre Gelmson Chagas