23.05.2017

Arquivo da categoria: Educação

Assinatura dos Feeds
Servidores da UFS entram em greve a partir desta quarta-feira

Servidores da UFS entram em greve a partir desta quarta-feira

A necessidade da greve surge a partir do descumprimento, por parte do Governo Federal. Os Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação da Universidade Federal de Sergipe deflagraram greve nesta quarta-feira (26). Na manhã de hoje, líderes e integrantes do sindicato da categoria estão realizando manifestações no Hall da Reitoria. Segundo Lucas Gama, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação da Universidade Federal de Sergipe (SINTUFS), o não-cumprimento desse acordo acarretou em perdas consideráveis para a categoria. “O governo firmou acordos como a reposição salarial acima da inflação, criação de Grupos de Trabalho (GT’s) paritários para a discussão de democratização das universidades, realização de concursos públicos para contratação de mais servidores, entre outros pontos. Entretanto, esses acordos vêm sendo descumpridos, lembrando ainda que somos a categoria de servidores federais com menor salário”, destaca. A greve se encaixa também em um contexto de mobilização contra a privatização do Hospital Universitário (HU). “A privatização do HU, através da EBSERH, é um golpe na categoria, com o mito de que vai melhorar o atendimento, mas isso fragmenta e precariza a atuação dos trabalhadores, retira a autonomia sobre seu trabalho e abre brechas para cobrança de tarifas, anulando o caráter público, gratuito e universal do SUS”, afirma Elayne Cristina, vice-presidente do SINTUFS. Com informações do SINTUFS. Leia Mais »

UFS publica edital de concurso com 196 vagas

UFS publica edital de concurso com 196 vagas

A Universidade Federal de Sergipe lança edital para a realização de concurso público para preencher 196 vagas de técnicos administrativos. Os candidatos aprovados serão lotados nos Campi/Unidades/Departamentos em conformidade com o interesse e necessidade da Administração. Havendo vagas de mesmo cargo a serem providas em mais de um Campus, a escolha recairá ao candidato melhor classificado. Os cargos são para as carreiras da classe “E” (nível superior completo), classe “D” (nível médio e técnico) e classe “C” (nível fundamental completo). O vencimento básico vai de R$ 1.640,34 a R$ 3.392,44. O edital foi publicado no Diário Oficial da União no dia 07 de março. A inscrição ocorre exclusivamente pelo endereço eletrônico www.ccv.ufs.br a partir das 8h de 21 de março de 2014 até às 18h de 11 de abril de 2014 (horário local). Para participar é imprescindível, além do número do documento de identidade, o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF). Após o preenchimento do formulário de inscrição, o candidato imprime a Guia de Recolhimento da União (GRU) e efetua o pagamento no período de 21 de março a 09 de abril de 2014, exclusivamente no Banco do Brasil. Os valores são: R$ 40 para cargos da classe “C”; R$ 50 para cargos da classe “D”; e R$ 75 para classe “E”. O período para solicitar a isenção de pagamento da taxa de inscrição vai de 07 a 14 de março. Terá direito à isenção total de pagamento o candidato que atender aos requisitos estabelecidos no Decreto nº 6.593, ... Leia Mais »

MEC muda algumas regras do ProUni e do Fies

MEC muda algumas regras do ProUni e do Fies

Instituições particulares discutiram mudanças no mês passado MEC muda algumas regras do ProUni e do Fies (Foto: arquivo/divulgação) O Ministério da Educação (MEC) mudou este ano algumas regras do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). No Fies, o contrato passa a ser casado ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc), antes opcional. No ProUni, a isenção fiscal passa a ser feita com base nas vagas preenchidas e não mais nas vagas ofertadas, como era até o fim do ano passado. O Fgeduc existe desde 2009. O fundo cobre a partir de 80% dos contratos não cumpridos. Para isso, a mantenedora paga uma taxa de 5,63% sobre o total do financiamento mensalmente, ou 6,25% da parcela das operações de financiamento. Sem o Fgeduc, caso o estudante ficasse inadimplente, a instituição pagava 15% do valor. Para os estudantes, a adesão ao Fgeduc faz com que seja dispensada a necessidade de fiador, o que facilita a contratação do Fies. Para as instituições, os custos aumentam, mas segundo entidades do setor, os dois programas ainda são atrativos. Procurado, o Tesouro disse que não comentaria o impacto nas contas públicas. O diretor de Gestão de Fundos e Benefícios do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Antônio Corrêa Neto, disse que cerca da metade das instituições já tinha aderido ao Fgeduc. “Com a mudança, quase a totalidade das instituições já fez adesão ao Fgeduc e permaneceu no programa. O nosso objetivo é democratizar ainda mais o ... Leia Mais »

Ensino médio inovador receberá adesão de escolas em fevereiro

Ensino médio inovador receberá adesão de escolas em fevereiro

Em fevereiro próximo, será aberto nos 26 estados e no Distrito Federal o período de adesão de escolas públicas ao Programa Ensino Médio Inovador (ProEMI). Para desenvolver as atividades previstas no programa, as escolas terão apoio técnico e financeiro do Ministério da Educação, por meio da plataforma on-line Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE interativo). O ProEMI tem hoje 5,6 mil escolas. A meta do governo federal, este ano, é chegar a 10 mil, o que representaria 50% da rede pública do ensino médio. A coordenadora do ensino médio da Secretaria de Educação Básica (SEB) do MEC, Sandra Garcia, explica que as unidades dispostas a aderir devem apresentar projeto de mudança do currículo escolar e de ampliação da carga horária, elaborado de acordo com as diretrizes curriculares nacionais do programa. Hoje, o ensino médio prevê 800 horas de aula por ano e 2,4 mil nos três anos. No ProEMI, serão mil horas anuais e 3 mil no fim do curso, implantadas de forma gradativa. Como as 27 unidades da Federação já aderiram ao programa, Sandra Garcia observa que elas são as responsáveis por indicar as escolas. Na adesão, as unidades de ensino devem informar o tipo de projeto a ser desenvolvido e o número de estudantes que serão atendidos em 2014 e em 2015. As bases para a elaboração do projeto de mudança curricular estão definidas nas diretrizes curriculares nacionais do ProEMI, em vigor desde janeiro de 2009. Currículo — Para participar do ProEMI, a escola deve organizar o novo ... Leia Mais »

Fique atento: Inscrições do Sisu estarão abertas a partir do dia 6 de janeiro

Fique atento: Inscrições do Sisu estarão abertas a partir do dia 6 de janeiro

As vagas ofertadas O Sistema de Seleção Unificada – Sisu ficará disponível para inscrição dos estudantes no período de 6 de janeiro de 2014 até as 23 horas e 59 minutos do dia 10 de janeiro de 2014, observado o horário oficial de Brasília-DF. As inscrições no Sisu serão efetuadas exclusivamente pela internet, por meio da página eletrônica do Sisu, no endereço eletrônico http://sisu.mec.gov.br. Somente poderá se inscrever no processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2014 o ESTUDANTE que tenha participado da edição do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem referente ao ano de 2013 e que, cumulativamente, tenha obtido nota acima de zero na prova de redação, conforme disposto na Portaria MEC nº 391, de 7 de fevereiro de 2002. O estudante poderá se inscrever no processo seletivo do Sisu em até 2 (duas) opções de vaga. Link para o edital do Diário Oficial da União mec.gov.br Leia Mais »

Scroll To Top